hide

Need a gift for a gifted musician?

The SoundCloud Premium accounts also come as virtual gifts and it takes only two minutes to get one. Head over to our Gift page and check out the different Premium accounts starting at only €29 per year.

Gift page

About

"As Desventuras de Austerix".

Sátira crítica e humor sobre a (sur)realidade política do (des)governo da Lusitânia, baseada no dia-a-dia de dois amigos: Austerix e Quesselix. Qualquer semelhança com a nossa realidade é impura coincidência.

Uma ideia de Renato Filipe Cardoso / Rui Spranger.
Textos de Renato Filipe Cardoso / Texto Sentido.
Vozes de João Arezes, Renato Filipe Cardoso, Rui Spranger (e eventuais convidados).
Sonoplastia de Jorge Filipe Santos.
Uma produção Agência Voz-off®.

"As Desventuras de Austerix"

“Estamos no ano III depois da Troika. Toda a Lusitânia está ocupada pelos germanos… Toda? Sim, toda!”

Programa humorístico de áudio que narra as desventuras de dois amigos inseparáveis.

Os nossos heróis:

Austerix — Lusitano preocupado e cumpridor, bem-comportado, disposto a quase todo e qualquer sacrifício e exercício de austeridade pelo País, desde que lhe encontre causa e efeito. No entanto, para tudo há limites.

Quesselix — Lusitano irresponsável, amante da boa-vida, da boa comida, do bom entretenimento. Desinteressado por todos os assuntos sérios excepto quando toca à escassez de javalis, sopas e dinheirinho para 'jolas e afins. Então, transforma-se num guerreiro aguerrido disposto a inventar e levar a cabo todo o tipo de manifestações e lutas para o bem de todos (dele).

E ainda...

Narrador — Voz sarcástica que caracteriza interventivamente o estado da nação.

Já Bardix — Cantor lírico dotado mas que ninguém quer ouvir. Perante a situação difícil do País tenta a sorte na música Pimba e concorre, por desespero, a concursos para hinos de futebol, mas engana-se sempre no tom e não consegue largar o vício lírico.

Ix — O bêbado mais famoso da Lusitânia. Faaaala (ix!) muuiiito (ix!) arraaaastaado (iiiix!). De quando em vez dá um moral curioso às estórias, mas as mais das vezes só lhe saem disparates.

»»»»»

As personagens (figurantes) que giram em torno dos nossos heróis:

Presidente Boliqueimadix — Personagem enigmática. Preside à Lusitânia sem se saber se é independente ou se está ao serviço dos germanos. Ainda se torna mais enigmático porque ou nunca fala, ou quando fala não se percebe o que diz e quando se percebe o que diz fala de outra coisa.

Primeiro-ministro Róiacenourix — Líder operacional da Lusitânia, mestre em promessas benfazejas mas de práticas malfeitoras, sem ter essa consciência. Claramente ao serviço dos germanos. Não por vontade própria, mas por culpa de Filosofix, seu predecessor, que enfermava dos mesmos problemas. Considera-se o homem certo para que a Lusitânia reencontre a independência, apesar da sua subserviência aos germanos. Senhor da razão, caminha para o abismo com toda a convicção.

Ministro Impostix — Braço direito de Roiacenourix. Há quem diga que na realidade é ele que governa. Não faz outra coisa que não seja aumentar impostos, encontrar receita e adormecer quem o escuta.

Ministro Aeroportix — Pseudo-aliado de Roiacenourix cuja lealdade é, no entanto, muito flexível e pende sempre para o lado de onde lhe é mais favorável o vento. Está sempre ausente entre viagens no estrangeiro.

Ministro FumaRelvix — É ministro, sim-senhor, mas aparentemente caiu num caldeirão de substâncias psicotrópicas quando era mais novo e desde então acontecem-lhe coisas inauditas e tem visões estranhas sobre quase tudo.

Insegurix — Líder da oposição. Pauta-se por um discurso extremamente demagogo que faz lembrar o de um antigo candidato independente às presidenciais lusitanas. Não dá uma para a caixa, mas, verdade seja dita, para o BPN também não.

Partaloucix — Ex-líder da ala da oposição radical. Sempre pronto a partir a louça toda. Mas entretanto foi substituído pela HidraBicéfalix e aguarda vaga num centro de dia.

Camaradix — Ergue constantemente a voz para defender os trabalhadores e sonha com a revolução soviética de 1917. Tem uma relação de dependência com as greves.

Cesarina Merkel — Tirana impiedosa e cruel que lidera os invasores germanos que tem tanto de públicas virtudes como de vícios privados.

Eis, ainda, os adágios mais populares entre os Lusitanos:
“Estes germanos são loucos!”
“A Merkel tem a Germania que é boa!”
“Só tenho medo que o Fisco me caia em cima da cabeça!”

Austerix2 As Desventuras de Austerix na Lusitânia, Oporto, Portugal

Follow

Share to WordPress.com

If you are using self-hosted WordPress, please use our standard embed code or install the plugin to use shortcodes.
Add a comment 0 comments at 0.00
    Click to enter a
    comment at
    0.00